Depois do descalabro de Bissau, em Março passado, tivemos a tentativa de apagar o desaire no Torneio da Cosafa, em Durban, no qual a emenda saiu pior que o soneto e nem sequer conseguimos vencer as Seychelles, mesmo alinhando com internacionais como Stanley Ratifo, Witti ou Geraldo, enquanto os adversários jogaram com equipas “B’, sobretudo a Namíbia, que fez questão de nos bater mais uma vez, como se não bastasse a humilhação que nos sujeitou nas eliminatórias do CAN.
Mas se no desporto somos ensinados e aprendemos a recuperar de cada resultado indesejado, fico com a sensação de que esta lição ainda não foi suficientemente apreendida pela estrutura que suporta os Mambas a vários níveis.Leia mais...
Custódio Mugabe
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade