“TAÇA” SEM SURPRESAS

Por: Atanásio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Luís Muianga
 
A última eliminatória da Taça de Moçambique em futebol não teve grandes surpresas. E no embate mais importante da ronda a nível da capital do país o Maxaquene afastou - com triunfo, por 1-0 - a Liga Desportiva de Maputo, transitando desta forma para a fase zonal. Em Maputo ainda houve alguma polémica pelo facto de a última eliminatória provincial ter coincidido com o início da preparação da Selecção Nacional com vista ao Torneio da Cosafa, que os “Mambas” disputam desde ontem em Durban. Isso criou alguma celeuma porque, por exemplo, o Costa do Sol, com quatro jogadores (Nelson, Nené, Manucho e Victor) na Selecção, não aceitou jogar. Fora isso, não se pode falar de surpresas, até porque no único embate entre equipas do Moçambola qualquer um podia ganhar. E num jogo bem disputado - infelizmente sem público - o Maxaquene, que não vence esta competição desde 2010, derrotou a Liga Desportiva de Maputo por 1-0, com golo de Mutong aos 77 minutos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade