FERROVIÁRIO DE QUELIMANE APLICA MAIOR GOLOEADA DA JORNADA

Por: Gilberto Guibunda
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Arquivo
Uma “mão” cheia de golos e mais um foi o resultado volumoso obtido pelo Ferroviário de Quelimane face ao rival da cidade, o 3 de Fevereiro, na jornada dois do Campeonato Nacional da Divisão de Honra pela Zona Centro. Depois da divisão de pontos na ronda inaugural com os militares de Mocuba, os locomotivas da “terra do carnaval” somaram a primeira vitória na prova com um resultado gordo que deixa a equipa colocada no segundo posto da tabela com quatro pontos, os mesmos do Matchedje de Mocuba, que nesta jornada, na deslocação à capital da sua província, bateu o já aflito 1º de Maio por três bolas a uma. Entretanto, o líder da prova por esta região reside em Manica e chama-se Pipeline de Maforga. Os “hidrocarbonéticos” superam no derby da província Água Vumba por dois a um, e assumiram a liderança isolada da prova, com seis pontos. Quem não teve estreia briosa foi o histórico Chingale de Tete. Os “canarinhos” não conseguiram voar mais alto na deslocação à Beira e a consequência foi drástica. Foram abatidos a pequenos metros de altitude, ou seja, por uma margem mínima de uma bola a zero, pela Liga de Sofala. A Zona Sul, com o campeonato mais renhido, face ao número de intervenientes, deverá ser pragmática até ao fim da corrida. Surpresas atrás de surpresas, o que deixa tudo em aberto para todos que sonham terminar esta competição como líderes. O Desportivo da Matola parece decidido a não facilitar (ainda é cedo para ilações) e a prova é que no confronto com os militares levou a melhor, ao sair com os três pontos em disputa. Aliás, este resultado permite os alvi-negros da Matola estarem bem posicionados na tabela classificativa, isolados com seis pontos, mais dois que o trio formado por AD Macuácua, Ferroviário de Gaza e Estrela Vermelha.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade