PERSPECTIVAM-SE VENTOS DA MUDANÇA NO 1º DE MAIO

Por: Joca Estêvão
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo

O 1º de Maio de Maputo pode vir a conhecer dias melhores, depois de ter vivido momentos bastante conturbados nos últimos dez anos, uma situação que dividiu a massa associativa e a direcção chefiada por José Meque.

O processo da mudança começou com o início de uma possível reconciliação, com a aproximação das partes, uma acção que teve a mão de António Fidalgo (Tonecas), antigo vice-presidente do 1º de Maio de Maputo, que serviu de “ponte” para estabelecer um contacto há muito esperado entre o presidente da direcção “alvi-rubra”, José Meque, e os sócios, representados pela Comissão de Sócios. Posteriormente ao contacto sobre a manifestação da intenção realizou-se o referido encontro, que veio a acontecer recentemente, no qual participaram José Meque (presidente) e António Maxaieie (secretário- -geral), por parte da Direcção do 1º de Maio, Tonecas, como mediador, e do lado da comissão José Monas, líder dos sócios, João Carlos da Fonseca (Txuza) e um assessor jurídico da comissão.

Segundo Txuza, porta-voz da Comissão de Sócios, nesse encontro ficou acordado que o 1º de Maio de Maputo vai realizar em Dezembro próximo uma Assembleia-Geral que poderá mudar por completo o estágio actual da colectividade “alvi-rubra”.

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade