INÍCIO SEM SOLUÇO PARA O FERROVIÁRIO

Por: Deanof Potompuanha
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo

Pouco depois de terem passado 30 minutos após a esperançosa vitória dos Mambas diante da Zâmbia, no Estádio Nacional do Zimpeto (1-0), com golo de Reginaldo, o Ferroviário de Maputo cumpria seu segundo jogo da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol em seniores femininos, no Pavilhão do Maxaquene.

Mais uma vez, o reforço das “locomotivas”, a extremo Carmen Tyson Thomas não fez parte das 12 eleitas por Leonel “Mabê” Manhique. No sábado o técnico teria dito à Imprensa que não sabia o que estaria a acontecer. Mas pelo que soube desafio, a jogadora estaria refém da carta internacional que deve habilitar a extremo a representar a equipa nacional.

Voltando ao jogo de ontem, o cinco era composto por Ingvild Mucauro, Anabela Cossa, Cierra Robertson-Warren, Amélia Macamo e Odélia Mafanela. Ou seja, o mesmo “cinco” privilegiado na estreia na vitória contra Equity Bank (68-45). Ontem o Ferroviário adiantou- -se por intermédio do lançamento de Odélia Mafanela. A poste Cierra Robertson-Warren entrou muito bem comparativamente ao jogo do dia anterior, em que foi sombra de si mesma (teve 13 minutos em campo e marcou quatro pontos).

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade