MUITA MÚSICA E DANÇA NA ABERTURA

Por:Gil Carvalho, em São-Tomé 
Fotos de Arquivo
 
Muita música, dança e desfile de atletas marcaram sábado à noite, no Estádio 12 de Julho, em São- -Tomé, a cerimónia de abertura oficial dos XI Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Contrariamente ao que tem sido habitual neste tipo de eventos, a delegação do país anfitrião foi a pioneira do desfile, seguindo-se depois as restantes por ordem alfabética, ao som da música de cada nação. O público presente, que enchia por completo o estádio, ia-se delirando com o novo tartan montado à volta do rectângulo de jogos. Aliás, havia motivos mais suficientes para isso, já que é a primeira vez que os santomenses têm uma pista sintética para o atletismo, um legado que vai impulsionar o desenvolvimento da modalidade. Depois dos desfiles seguiram-se momentos de coreografia, muito aplaudidos por centenas de pessoas presentes no estádio. Até porque é a primeira vez que São-Tomé organiza os Jogos da CPLP ou recebe um evento desta dimensão. O momento seguinte foi de discursos, com destaque para o do Chefe de Estado santomense, Evaristo de Carvalho, antes da realização do jogo de futebol entre a selecção anfitriã e a de Angola.
 
Presidente de São-Tomé defende incentivo aos jogos
O Presidente da República Democrática de São-Tomé, Evaristo Carvalho, defende que os Jogos da CPLP devem ser incentivados e apoiados porque reforçam a solidariedade, hábitos e cultura entre os países membros da organização. Falando sábado à noite, no Estádio 12 de Julho, em São- -Tomé, na cerimónia de abertura do evento, o presidente santomense afirmou que “os Jogos Desportivos da CPLP não são nada mais do que um mecanismo de reforço da solidariedade, do conhecimento, de hábitos e culturas entre os cidadãos dos países da nossa comunidade que devem ser incentivados e apoiados”.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade