Deixem a banda passar!

Foi curta a passagem do Benfica pelo segundo lugar. Depois do triunfo do FC Porto em Portimão, os “encarnados” passaram a noite fora da liderança, mas estão de regresso graças ao triunfo na recepção ao Vitória sadino (3-1). Uma exibição personalizada do velocista Rafa Silva e ainda do carteiro João Félix fizeram a noite da equipa de Bruno Lage. Podia ter ficado logo resolvido. As “águias” estavam under pressure e obrigadas a ultrapassarem o Vitória FC para não perderem de vista o FC Porto. Apenas uma alteração ao onze face à fórmula vencedora de Santa Maria da Feira, com o regresso do castigado Rafa Silva para o lugar de Adel Taarabt. E que regresso! Tudo simples. A toada da “águia” teve mais momentos altos na primeira parte e só desafinou em duas ocasiões. Primeiro, Pizzi desperdiçou uma grande oportunidade para se mostrar à plateia, mas foi traído por Makaridze, que adivinhou o tempo de toque do internacional português. Isto tudo depois de excelente combinação entre o próprio Pizzi, Seferovic e João Félix. A outra já lá iremos.

 

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade