Marta Mapilele: a “co-piloto” da nave FMF

Uma mulher. Uma dama que gere os balneários ao mais alto nível do futebol moçambicano. Não sente propriamente o cheiro, mas cria condições para o seu conforto. É Marta Mapilele, vice-presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), para a Área Financeira, pilotando, em parceria com Alberto SimangoJr., esta grande nave que leva o futebol do país para destinos apetecíveis.

Marta Estêvão Nelson Mapilele nasceu na Cidade de Xai-Xai, em Gaza, a 30 de Julho de 1968, mas passou a infância em três províncias, divididas entre Maputo, Gaza (Chókwè) e Inhambane, tendo sido nesta última onde passou grande parte deste período. É que nasce no Xai-Xai, quando seus progenitores viviam em Maputo, onde seu pai era funcionário público (quadro do Ministério da Agricultura, na área de mecânica) e com pouca vivência na então Cidade de Lourenço Marques, motivando a deslocação da sua mãe para junto da sogra.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade