N NOTICIÁRIO

Título zambiano colocado à prova a partir de hoje

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

 

Depois do trágico acidente que vitimou a delegação do país em Abril de 1993, a Zâmbia retornou ao território gabonês o ano passado para fazer história, conquistando um título ainda inédito em homenagem aos companheiros que tiveram seu destino interrompido quando procuravam um lugar no Mundial dos Estados Unidos da América.

 

Hoje, a partir das 17.00horas, no Mbombela Stadium, a actual campeã, inserida no grupo “C”, inicia a defesa do título diante da Etiópia, que volta ao torneio depois de 31 anos de ausência, e enfrentará depois (sexta-feira) a Nigéria em um encontro que deve determinar o vencedor do grupo. Termina a participação nesta fase com a Burkina Faso.

O ponto forte para o favoritismo da Zâmbiareside no facto de continuar a ser comandada pelo inspirador técnico francês Hervé Renard, e conta no mínimo com um conjunto mais forte do que no ano passado, tal como diz o próprio técnico. No entanto, os zambianos ganharam apenas três dos 11 jogos que fizeram desde a vitória nos pênaltis sobre a Costa do Marfim na final de 2012, em Fevereiro. Além disso, só se classificaram para a defesa do título graças a um dramático triunfo sobre Uganda por 9 a 8 nas penalidades máximas.

Melhor jogador da última edição, Christopher Katongo é mais uma vez o capitão e principal nome do ataque da Zâmbia, que também conta com a força ofensiva de Jacob Mulenga, Emmanuel Mayuka e Rainford Kalaba. No extremo oposto Kennedy Mweene, que esteve inspirado em 2012, assim como o Stoppila Sunzu, que converteu a grande penalidade do título.

Por outro lado, é uma equipa experiente, que não parece ter medo de encarar nenhum adversário na hora H como ficou comprovado em 2012. No entanto, qualquer deslize dos zambianos, porém, será certamente aproveitado por Costa do Marfim e Gana , as duas selecções mais experientes e elogiadas do continente. Ambas estiveram nas duas últimas Copas do Mundo da FIFA e jogaram três semifinais nas quatro últimas edições da competição continental. 

 

SELECCIONADOR

DA ZÂMBIA CONFIANTE

 

O seleccionador da Zâmbia, Hervé Renard, acredita que os campeõesafricanos estão melhores do que há um ano e bem preparados para defender o título na África do Sul.

- “Creio que estamos melhores do que há um ano na mesma altura. Então, estava muito, muito preocupado, todos os nossos jogos de preparação tinham sido pobres. Mas recordem-se o que então aconteceu: nada tínhamos a provar e vencemos o torneio. Tenho sorte de ter esta equipa”, elogiou o treinador francês, cuja confiança não é abalada pelo conjunto de jogos de preparação menos conseguidos -derrotas diante de Angola (0-2), Arábia Saudita (1-2) e Tanzânia (0-1) e empates com Marrocos (0-0) e Noruega (0-0):

- O desafiocom Angola foi marcado à última hora. Estávamos no mesmo hotel e combinámos jogar apenas com um dia de antecedência. Diante de Marrocos jogámos bem mas faltou-nos eficácia, disse o técnico.

Renard reconhece que a sua equipa tem de ser vista como candidataao triunfo mas rejeita o estatuto de favorito.

- Não podemos nos podemos esconder, afinal somos os campeões em título. Agora, não podemos dizer que somos favoritos, toda a gente se riria se o disséssemos. A Costa do Marfim e o Gana é que são os favoritos”, afirmou.

PRESIDENTE ZAMBIANO

ENCORAJA EQUIPA

 

O Presidente zambiano, Michael Sata, endereçou uma mensagem de encorajamento à equipa nacional de futebol do seu país, que hoje inicia a sua participação no CAN).
O Presidente Sata declarou que os "Chipolopolo” deverão  uma vez mais representar o país com determinação, paixão e orgulho. Ele convidou os futebolistas a maximizar o seu potencial, como o fizeram durante a edição de 2012 na Guiné Equatorial e no Gabão que eles venceram.
- Nunca duvidei da vossa paixão pelo jogo, da vossa coragem e do vosso desejo de ser campeões. Conheço a vossa determinação de o vencer e acredito nas vossas capacidades”, declarou o Presidente Sata num comunicado divulgado pela Presidência.
Ele acrescentou que, enquanto campeões, eles deveriam ainda mais demostrar o seu valor e que a sua ambição deveria ser de permanecer a melhor equipa do continente.
- O que não deve, contudo, vos impor pressão mas antes vos levar para mais altos patamares. Devem saber que têm todo o meu apoio e o do meu Governo, bem como de todos os Zambianos”, declarou o Presidente.

 

 

Claude Le Roy assinala

 7ª participação no CAN

 

Com o jogo do Grupo “B” do CAN de 2013, na África do Sul, que opôs o Gana à RD Congo (terminou com uma igualdade a um golo), o seleccionador da RD Congo, Claude Le Roy, disputa assim o seu sétimo CAN.
Ele dirigiu a equipa dos Camarões que bateu em 1988 a Nigéria durante a final do CAN de Marrocos em 1988. Antes, ele conduziu os Camarões a final durante a edição de 1986.
Em 1990, ele participou pela terceira vez nesta competição como treinador da equipa do Senegal  que ele conduzira pela segunda vez ao CAN Senegal de 1992 antes de voltar aos Camarões e participar assim no seu quinto CAN em 1998. A sua sexta participação remonta  a 2008 no Gana.

 

OS JOGOS QUE TEM LUGAR EM NELSPRUIT

 

Data  Jogo  Horas         

 

Hoje, segunda-feira        Zâmbia - Etiópia            17.00 horas

Hoje, segunda-feira        Nigéria - Burkina Faso  20.00 horas

Sexta-feira                      Zâmbia - Nigéria            17.00 horas

Sexta-feira                      Burkina Faso - Etiópia  20.00 horas

29 de Janeiro                  Burkina Faso - Zâmbia  19.00 horas

30 de Janeiro                  Togo - Tunísia (Grupo “D”)    19.00 horas

 

 

Publicidade
SN-GRÁFICA

Moçambola 2019

Pos Equipe J V E D GC GM Pts DP
1. C. do Sol 30 20 6 4 25 56 64 +31
2. UD Songo 30 19 3 8 29 47 59 +18
3. Fer. Maputo 30 13 9 8 22 34 43 +12
4. Fer. Beira 30 12 9 9 25 34 43 +9
5. Fer. Nacala 30 12 5 13 31 28 40 -3
6. ENH 30 10 11 9 30 29 37 -1
7. LD Maputo 30 11 7 12 36 30 37 -6
8. Textafrica 30 11 7 12 30 22 37 -8
9. Des. Maputo 30 10 10 10 29 35 36 +6
10. Incomáti 30 10 10 10 31 29 36 -2
LD Maputo 5 : 4 Des. Maputo
Têx. Púnguè 1 : 1 Nacala
B. de Pemba 1 : 2 ENH
Chibuto 1 : 0 UD Songo
Fer. Nacala 1 : 0 Fer. Beira
Fer. Nampula 2 : 1 C. do Sol
Maxaquene 1 : 0 Fer. Maputo
Textafrica 1 : 1 Incomáti

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Script:
Topo
Baixo