FERROVIÁRIO EM RISCOE SONGO QUASE NA FINAL

A primeira “mão” das meias-finais da Taça de Moçambique coloca a União Desportiva do Songo praticamente à bei-ra da sua terceira final, que se disputará a 8 de Dezembro, e um Ferroviário de Maputo que não faz o jogo decisivo desde 2014, com a presença em risco depois de ter consentido um empate comprometedor a um golo em pleno Estádio da Machava.

Passagem de nível sem guarda

AUnião Desportiva do Songo recebeu e derrotou o Ferroviário de Nacala por 4-0, em jogo a contar para as eliminatórias da Taça de Moçambique, transitando desta forma para as meias-finais, depois de uma desvantagem da primeira “mão” por 1 bola a 0 favorável aos locomotivas nacalenses.

Valeu pelo resultado

O Ferroviário de Nacala derrotou ontem, no Estádio 25 de Junho, a sua congénere de Nampula, por duas bolas a uma, num desafio caracterizado por muitos pontapés pelo ar e em que o equilíbrio foi a nota dominante ao longo da partida, não obstante algumas pressões evidenciadas pelos donos da casa.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade