I INTERNACIONAL

TAS CHUMBA RECURSO DE SEMENYA

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A atleta sul-africana Caster Semenya viu semana passada negado pelo Tribunal Arbitraldo Desporto (TAS) o seu recurso contra as regras criadas pela Associação Internacionaldas Federações de Atletismo(IAAF) para diminuir os altos níveis de testosterona em algumas mulheres.

Num julgamento histórico,a comissão de três juízes do TAS votou 2-1 e proferiuum veredicto complexo emque admitiu que as regras propostas pela IAAF para atletas com “diferenças de desenvolvimento sexual (DSD)”, como é o caso de Caster Semenya,“são discriminatórias”, mas“devem ser aplicadas”.

Os juízes rejeitaram os dois pedidos de arbitragem de Caster Semenya e decidiram que“com base nas provas apresentadas pelas partes, tal discriminação é um meio necessário, razoável e proporcional para atingir o objetivo da IAAFde preservar a integridade das competições desportivas”.

Publicidade
Publicidade
SN-GRÁFICA

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Script:
Topo
Baixo