I INTERNACIONAL

Real Sociedade quebra invencibilidade do Barcelona

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Imanol Agirretxe culminou a excelente reviravolta da Real Sociedad de Fútbol ao recuperar de dois golos de desvantagem para vencer o FC Barcelona, reduzido a dez jogadores, por 3-2, infligindo a primeira derrota ao líder na Liga espanhola na presente temporada.

A noite parecia destinada a ser tranquila para os "blaugrana" quando Lionel Messi, com o seu 29º golo na presente edição do campeonato, e Pedro Rodriguez puseram o Barça a vencer por 2-0 ao fim de 25 minutos.

No entanto, Gonzalo Castro (41) reduziu a diferença num remate fora do alcance de Víctor Valdés e, quando Gerard Piqué (56) foi expulso, com segundo cartão amarelo por falta sobre Carlos Vela, os anfitriões sentiram que podiam alcançar a vitória.

A equipa do País Basco empatou seis minutos depois, através de Castro, cujo remate sofreu um desvio considerável em Javier Mascherano. Já em tempo de compensação, o suplente Agirretxe selou o resultado final ao acorrer a um cruzamento do defesa Carlos Martínez na direita, desviando para o fundo das redes com um toque subtil.

A primeira derrota do Barcelona nos últimos 24 jogos no escalão principal, série que remontava a 21 de Abril, significa que o Club Atlético de Madrid pode encurtar a distância para nove pontos no domingo, se bater o Levante UD.  

United travado e Chelsea vitorioso

 

A vantagem do Manchester United na liderança é agora de cinco pontos, após o empate 1-1 no terreno do Tottenham, enquanto o Chelsea sobreviveu à pressão e derrotou o Arsenal por 2-1.

Clint Dempsey marcou nos descontos o golo que valeu o empate 1-1 ao Tottenham Hotspur FC frente ao líder Manchester United FC, isto depois do Chelsea FC vencer o Arsenal FC 2-1.

A equipa de Alex Ferguson não perdia em White Hart Lane desde 2001 e a continuação desse registo ficou bem encaminhada quando Robin van Persie, aos 25 minutos, deu a melhor sequência ao cruzamento de Tom Cleverley e bateu Hugo Lloris, de cabeça. A resposta do Tottenham de André Villas-Boas veio através de Gareth Bale e Dempsey, mas David de Gea teve reflexos suficientes para evitar o golo.

Na segunda parte, os visitantes pareciam ter garantida a vitória, só que Dempsey teve outras ideias e igualou perto do fim, após boa iniciativa de Aaron Lennon. O resultado deixou o United com cinco pontos de vantagem sobre o rival citadino do Manchester City FC.

Numa partida que começou mais cedo, também em Londres, tentos de Juan Mata e Frank Lampard, na primeira parte, permitiram ao Chelsea (com Paulo Ferreira no banco de suplentes) ganhar o derby da cidade, em Stamford Bridge.

Os "blues" tinham ganho apenas uma vez em cinco jogos em casa na Premier League sob o comando de Rafael Benítez, por isso o alívio foi perceptível quando Mata recebeu um passe preciso de César Azpilicueta e marcou logo aos seis minutos. Depois, o médio espanhol assistiu Ramires e o brasileiro sofreu falta do guarda-redes Wojciech Szczęsny na área. Lampard, como é seu hábito, converteu com tranquilidade o castigo máximo.

O controlo do jogo mudou após o intervalo, já que a pressão do revigorado visitante deu frutos quando Theo Walcott reduziu para 2-1. No entanto, foi o melhor que conseguiu, pois o Chelsea defendeu meticulosamente e manteve o adversário afastado da sua área. O suplente Demba Ba teve uma oportunidade flagrante para desfazer todas as dúvidas sobre o vencedor, mas, após contornar Szczęsny, o seu remate foi cortado em cima da linha-de-golo por Thomas Vermaelen.



Dortmund regressa com

golea Werd Bremen (5-0)

O Dortmund voltou das mini-férias de inverno com energias renovadas e foi a Bremen atropelar o Werder local com uma goleada por 5-0, em jogo da 18ª jornada da Bundesliga, resultado que permitiu ao campeão alemão destacar-se do E. Frankfurt no terceiro posto.

Uma demonstração de força com golos de Reus no minuto 9 e Göteze aos 19, na primeira parte. O brasileiro Felipe Santana aumentou a vantagem no início do segundo tempo, antes dos pólacos Lewandowski (81m) e Blaszczykowski (85m) darem maior expressão ao resultado nos últimos instantes da partida.

Itália

Golo centenário de Cavani insuficiente para o Nápoles

 

O 100º golo de Edinson Cavani na Serie “A” foi insuficiente para o Nápoles ir além do empate 1-1 no terreno da Fiorentina, resultado que deixou a equipa de Walter Mazzarri a cinco pontos do topo.

A SSC Napoli desperdiçou a oportunidade de encurtar para três pontos a distância em relação à líder Juventus, já que empatou 1-1 em casa da ACF Fiorentina, apesar de um golo centenário de Edinson Cavani.

Os "partenopei" partiram para esta jornada no seguimento de três vitórias consecutivas na Serie “A”, mas a sua tarefa ficou mais difícil aos 33 minutos, quando se viram em desvantagem através de circunstâncias pouco comuns. O defesa da Fiorentina, Facundo Roncaglia, fez um passe comprido desde a linha do meio-campo, mas uma má abordagem do guarda-redes do Nápoles, Morgan De Sanctis, deixou a bola passar-lhe por cima e entrar na baliza.

No entanto, a três minutos do intervalo, os visitantes responderam da melhor forma e Cavani concluiu de cabeça o livre de Marek Hamšík, apontando o seu 100º golo na primeira divisão de Itália. Não se registaram mais tentos e o resultado deixou a equipa de Walter Mazzarri a cinco pontos da liderança, apesar de ter ultrapassado a S.S. Lazio no segundo lugar.

O AC Milan subiu ao sexto posto graças ao bis de Giampaolo Pazzini na vitória por 2-1 sobre o Bologna FC, enquanto o triunfo do AC Siena, de Luís Neto, último classificado, sobre a UC Sampdoria, por 1-0, deixou-o a seis pontos da zona de salvação, após o Pescara Calcio, reduzido a dez jogadores, ter perdido por 2-0 com o Torino FC.

 

 Marselha vence e cola-se à liderança

O Marselha colou-se este sábado ao líder Lyon, ao vencer em casa (3-2) com o Montpellier, com dois golos nos últimos dez minutos. A formação orientada por Élie Baup aproveitou desta forma o nulo do Lyon na recepção ao Evian para se colocar em segundo lugar a apenas um ponto do líder.

O triunfo sobre o Montpellier, esse, foi arrancado a ferros. A equipa até entrou bem e adiantou-se por André Ayew aos 14 minutos, mas permitiu que Herrera empatasse logo a seguir. Na segunda parte, Utaka fez o 2-1 para o Montpellier e deixou os visitantes muito perto da vitória em Marselha.

Nos dez minutos finais, porém, a equipa de Élia Baup deu a volta. O mais novo dos irmãos Ayew, Jordan, empatou com um golo aos 79 minutos e Gignac garantiu o triunfo com um golo já no período de descontos, após assistência de Valbuena,. Gignac cumpria o jogo 200 na liga francesa.
 

 

 

 

 

Publicidade
SN-GRÁFICA

Moçambola 2019

Pos Equipe J V E D GC GM Pts DP
1. C. do Sol 30 20 6 4 25 56 64 +31
2. UD Songo 30 19 3 8 29 47 59 +18
3. Fer. Maputo 30 13 9 8 22 34 43 +12
4. Fer. Beira 30 12 9 9 25 34 43 +9
5. Fer. Nacala 30 12 5 13 31 28 40 -3
6. ENH 30 10 11 9 30 29 37 -1
7. LD Maputo 30 11 7 12 36 30 37 -6
8. Textafrica 30 11 7 12 30 22 37 -8
9. Des. Maputo 30 10 10 10 29 35 36 +6
10. Incomáti 30 10 10 10 31 29 36 -2
LD Maputo 5 : 4 Des. Maputo
Têx. Púnguè 1 : 1 Nacala
B. de Pemba 1 : 2 ENH
Chibuto 1 : 0 UD Songo
Fer. Nacala 1 : 0 Fer. Beira
Fer. Nampula 2 : 1 C. do Sol
Maxaquene 1 : 0 Fer. Maputo
Textafrica 1 : 1 Incomáti

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Script:
Topo
Baixo