E ENTREVISTA

NÃO ACREDITO QUE SEJA A ÚNICA NASCIDA PARA GANHAR MEDALHAS

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Desde que Lurdes Mutola se retirou das pistas Moçambique nunca mais conseguiu marcar presença numa final dos Jogos Olímpicos ou mesmo dos Mundiais, sendo ainda escassas as presenças em finais de “Africanos”. Mesmo assim, a campeã olímpica não acredita que tenha sido a única que nasceu para ganhar medalhas olímpicas pelo país.

 

Lurdes, que queria ser futebolista mas que se tornou campeã de atletismo, tinha quase tudo para ser uma das moçambicanas mais felizes pelo que fez no desporto. Nascida num dos países mais pobres do mundo, conseguiu o que poucos alcançaram no mundo do atletismo. Porém, para a plena felicidade da campeã, ela precisa de sentir que há continuidade e que Moçambique continua com atletas de carreira internacional.

A atleta – que foi idolatrada por ter brilhado no mundo, tornando- -se, assim, numa heroína nacional – é um grande símbolo nesta pérola do Índico desprovida de referências e já estuda a possibilidade de dirigir o atletismo nacional, como referiu há semanas neste semanário.

Por: GIL CARVALHO E ATANÁSIO ZANDAMELA
Fotos de Jaime Machel e Arquivo

Publicidade
Publicidade
SN-GRÁFICA

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Script:
Topo
Baixo