“Operários” travam “Locomotiva”

António Mila Jr.,  Em Quelimane

Mesmo para a Taça da Liga-BNI, uma nova prova introduzida no ciclo do futebol do nosso país, o Ferroviário de Quelimane não consegue dar o ar da sua graça.Este domingo, mais uma vez, diante do seu eterno rival caseiro, o 1o de Maio, os vulgos “Operários” de Quelimane, a turma “Locomotiva” foi travada na marcação de grandes penalidades.

Com a vitória por 4-2 na lotaria de grandes penalidades, o 1o de Maio, para além de arrecadar 75 mil meticais, num cheque entregue pelo Administrador do BNI, Armando Inroga, o Melhor Jogador em campo foitambém “operário” e chama-se Banducho, que recebeu, no fim da partida, um cheque gigante no valor de 15 mil meticais.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade