Contra factos não há argumentos

O Desportivo de Maputo não teve estofo suficiente para aguentar e travar a velocidade imprimida pelos hidroeléctricos no jogo realizado na tarde de ontem no relvado da HCB, na vila do Songo, partida a contar para a 24ª jornada do Moçambola.
Os donos da casa sabiam que haviam de encontrar um Desportivo mais acutilante para contrariar o favoritismo caseiro, daí que entraram de rompante e logo nos primeiros 10 minutos Luís Miquissone, no interior da grande área, chutou por cima do travessão.
Aos 12 minutos foi a vez de Telinho, com a baliza totalmente desguarnecida, tentar fazer um chapéu ao guarda-redes Stefane, mas a bola saiu ao lado do poste esquerdo.Leia mais...
Por: BERNARDO CARLOS
Fotos de Bernardo Carlos

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade