Depois do empate... veio a derrota

O Chibuto está a caminho da crise de resultados caseiros, tendo na tarde de ontem registado a sua primeira derrota diante do Ferroviário da Beira por 0-2, em partida pontuável para a 24ª jornada do Moçambola. Um desfecho que se segue a um empate, também caseiro, frente ao Ferroviário de Nacala, na 22ª jornada.
O Ferroviário da Beira, comandado por Lucas Barrarijo Joaquim, bem conhecedor da casa (treinou o Chibuto há poucos anos), não facilitou as manobras da equipa adversária, não só capitalizando o seu conhecimento sobre o adversário como também explorando as fragilidades do Clube do Chibuto, neste momento com o seu treinador principal (Abdul Omar) preventivamente suspenso pela Liga Moçambicana de Futebol.
Muito cedo a turma do Chiveve tomou conta do jogo, perante uma equipa em que Nunes Chaúque ainda não conseguiu impor a sua "mão", resultando disso alguma crise de identidade, pois nem a de Abdul Omar anda por lá, perante o silêncio prolongado da entidade gestora do Campeonato Nacional der Futebol (Moçambola) em relação ao processo disciplinar cuja instrução está em curso.Leia mais...
Por: CÉSAR LANGA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Arquivo

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade