Empate reflecte domínio repartido

Foi um jogo com duas partes distintas. Se na primeira os visitantes estiveram melhor, na segunda a equipa da casa equilibrou e comandou os acontecimentos em campo, justificando-se, deste modo, a divisão de pontos.
Mesmo sem fazer uma grande exibição,a UD Songo assumiu as despesas do jogo e conseguiu abrir o marcador aos 29 minutos por in-termédio de Mário, após um erro da defensiva do Ferroviário da Beira.
Aliás, o sector mais recuado do Ferroviário mostrava uma insegurança e por muitas vezes perdia a bola em locais perigosos.Leia mais...
Por: Nicolão chichoNe
Fotos de António Gombe

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade