Abdul Omar “regressa ao boxe”

O Clube do Chibuto recebeu e derrotou o Ferroviário de Nampula por 2-0, em partida a contar para a 18ª jornada do Moçambola, marcado negativamente pelo “regresso” de Abdul Omar às cenas de pugilato, envolvendo-se em pancadaria com o jogador Jumisse, do Ferroviário de Nampula, depois de ter sido castigado por três anos no passado por atitudes idênticas em Vilankulo, quando treinava o Estrela Vermelha da Beira.
A partida iniciou de forma repartida, com as duas formações a demonstrar demasiadas cautelas, por duas razões: primeiro, para o Chibuto era imperioso não ver a sua baliza violada de forma madrugadora, como premissa para chegar à vitória, mantendo a sua senda de vitórias no seu reduto: segundo, porque da parte do Ferroviário de Nampula reina muita experiência, com um plantel recheado de jogadores com muitas “pernas” no Moçambola, ainda que a idade jogue a desfavor.
No meio deste cenário, o Chibuto foi quem desequilibrou “os pratos da balança”, passando a povoar com frequência a zona mais recuada do Ferroviário de Nampula, procurando testar a consistência da defesa montada por Akil Marcelino. Mesmo assim, acabou sendo a turma forasteira a criar uma situação de golo certo, quando Payó, aos 15 minutos, da zona do grande círculo, viu a deslocação de Mahite e bombeou a bola em direcção à baliza. Porém, como o fez em arco, o esférico levou muito tempo a descrever a trajetória, permitindo possibilidade de reposicionamento do guarda-redes do Chibuto.Leia mais...
Por: CÉSAR LANGA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Hilário Sitoe

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade