Um hino ao futebol dos alvi-negros

Um autêntico hino ao futebol foi o que a equipa do Desportivo de Maputo brindou ao público que se fez ao campo 25 de Junho e que fruto disso passou ao lado de uma goleada que poderia azedar os ânimos dos “locomotivas” nampulenses, que não tiveram argumentos para parar o futebol fluído dos “alvi-negros” durante os quase noventa minutos.
Mas entraram melhor na partida os treinados por Antero Cambaco, que na partida de ontem foi bastante vaiado por alinhar alguns jogadores que já estão a ser contestados, por não aguentarem a pressão que é imprimida pelos seus adversários, pior ainda quando se trata de jovens como aqueles que o Desportivo de Maputo tem no seu plantel. Foi assim que Betinho, ao primeiro e segundo minutos, desperdiça oportunidades de abrir o marcador.
O Desportivo de Maputo depois de estremecer com estes dois lances, que talvez poderiam mudar a história do jogo, arregaçou as mangas, um hino ao futebol dos alvi-negros sacudiu a pressão do seu adversário e tomou o controlo do jogo e numa triangulação entre Flávio e Piter o defensor Sunde, do Ferroviário de Nampula, tira o esférico na linha de golo, evitando que a sua baliza fosse violada, isto aos 11 minutos da partida.Leia mais...
Por:LUÍS NORBERTO
Fotos de Luís Massalo

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade