Jogar bem não é ganhar

A equipa da união desportiva do Songo, perante a sua massa associativa, adeptos e simpatizantes, averbou no passado final de semana uma derrota com o Ferroviário da Beira, por uma bola sem concorrência,
com o golo a acontecer em cima do minuto 45 da etapa inicial, apontado por maninho através de um castigo máximo a penalizar mão à bola no interior da grande área de tony, defesa lateral esquerdo dos da casa. a ud Songo entrou de rompante no relvado, a imprimir uma forte pressão, na tentativa de resolver o jogo ainda o mais cedo possível diante de uma locomotiva que aguentou a carga durante os 20 minutos da partida. Com esta pressão os pontas- -de-lança da união desportiva do Songo, no caso luís miquissone, mário Sinamunda e infren, foram desperdiçando todas as oportunidades de abrir o activo. aos 14 minutos miquissone recebe a bola na zona central próximo da linha da grande área de amadou, finta três adversários e frente-a-frente com César rematou desenquadrado por cima do travessão.
 
Por: BERNARDO CARLOS
Fotos de Bernardo Carlos

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade