CANÁRIO MAIS LÍDER

CANÁRIO MAIS LÍDER

O Costa do Sol cimentou a liderança no Moçambola-2019, vencendo em Nacala o Ferroviário local por...

Eles dizem não a xenofobia e sim ao ubuntu!

Eles dizem não a xenofobia e sim ao ubuntu!

A morte de Nelson Mandela ou Tata Madiba, como era tratado por muitos, figura icónica que combateu...

QUERO CHEGAR À EQUIPA PRINCIPAL DO SPORTING

QUERO CHEGAR À EQUIPA PRINCIPAL DO SPORTING

Sabe que não será fácil. Mas o jovem de quem se fala desde terça-feira não esconde a sua ambição a...

NÍVEL DE CORRUPÇÃO NA ARBITRAGEM PODE SER MAIS ELEVADO ATÉ DEZEMBRO

NÍVEL DE CORRUPÇÃO NA ARBITRAGEM PODE SER MAIS ELEVADO ATÉ DEZEMBRO

Na sequência da nossa Reportagem sobre a arbitragem na nossa edição anterior surgiram várias...

SERÁ A BÊNÇÃO QUE FALTAVA AO ENZ?

O Estádio Nacional do Zimpeto (ENZ), o único, infelizmente, no país que reúne as ríspidas exigências da FIFA, tem sido nos últimos anos a casa das selecções nacionais, sobretudo da equipa A. Ora, esse papel pertenceu durante os tempos idos – esperamos que as direcções locomotivas da capital repensem numa nova fórmula de trazer aos padrões exigidos pelo organismo de tutela do futebol mundial – ao mítico Estádio da Machava, palco dos momentos inolvidáveis, saudosistas e memoráveis cultura e desportivamente.
Fases distintas, factos quase semelhantes é que há 31 anos Machava transbordou para receber a missa papal de Moçambique independente, isto em Setembro 1988, quando João Paulo II escala um país em renascimento e em via de se tornar democrático. Foi a plenitude e bênção divina para o mítico Infulene, que em termos desportivos esbanjou lágrimas de emoção aos adeptos. Aqui, parafraseando Boavida Funjua (título póstumo) num dos seus inúmeros e requintados artigos de opinião cujo título “Saudades Que O Tempo Levou”, lembrava os grandes momentos futebolísticos da Selecção Nacional que a catedral do nosso futebol e de eventos históricos acolheu, destacando, porém, em termos de enchentes e simbolismo, Moçambique vs Zâmbia; Moçambique vs Camarões, Moçambique vs Angola, Moçambique vs Guiné-Conacry e Moçambique vs Malawi, este último que qualificou o país com aquele segundo golo de Tico- -Tico, para a sua segunda presença numa fase final de um Campeonato Africano das Nações. É tão cristalino que Machava viu também sucumbir gigantes africanos, como a Nigéria, Senegal, Burquina Faso, Tunísia ou Cabo Verde. Com oito anos de existência, o ENZ não tem sido o inferno que se esperava para os adversários da equipa de todos nós, um papel que o Estádio da Machava com o tempo foi adquirindo, a ponto de ser temível para qualquer potência africana que nos cruzasse o caminho. O ENZ penaliza-nos nos momentos capitais, foi assim no ano passado contra Namíbia, Guiné-Bissau, sem falar dos dois jogos com Madagáscar para as eliminatórias da CHAN.Leia mais...
GILBERTO GUIBUNDA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Publicidade

Moçambola 2019

Publicidade

Publicidade

Moçambola 2019

Pos Equipe J Pts V E D GM GC
1. C. do Sol 18 33 10 5 3 30 15
2. UD Songo 17 31 10 2 5 22 12
3. Fer. Beira 18 29 9 4 5 20 12
4. Textafrica 18 27 8 4 6 15 19
5. ENH 17 26 7 7 3 20 18
6. Fer. Maputo 18 25 8 6 4 19 10
7. Fer. Nacala 18 25 7 5 6 17 18
8. Chibuto 18 24 8 2 8 18 17
9. Des. Maputo 18 23 7 4 7 24 17
10. Incomáti 18 21 6 6 6 17 18
11. LD Maputo 18 20 6 4 8 14 17
12. Maxaquene 18 19 5 6 7 19 20
13. Nacala 17 18 5 5 7 16 19
14. Fer. Nampula 17 13 3 5 9 15 24
15. B. de Pemba 18 12 3 5 10 12 26
16. Têx. Púnguè 18 10 2 6 10 10 26
Maxaquene 0 : 0 C. do Sol
UD Songo 2 : 0 B. de Pemba
Des. Maputo 1 : 2 Fer. Beira
Nacala 0 : 2 Maxaquene
Chibuto 2 : 0 Fer. Nampula
C. do Sol 1 : 0 LD Maputo
ENH 1 : 0 Fer. Nacala
Textafrica 1 : 1 Têx. Púnguè

Opinão

Publicidade

  • Publicidade

Temos 280 visitantes e 0 membros em linha

Facebook