R REPORTAGEM

BOXE AMBICIONA DOIS OUROS

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O coordenador do boxe, António Paulo Mondlane, considerou a prestação da modalidade que coordenou como não tendo sido feliz porque não conseguiu os resultados esperados, sobretudo depois dos alcançados na Suazilândia.

- O boxe não cumpriu. Queríamos no mínimo duas medalhas de ouro, mas ficámos pelos dois bronzes, daí que não cumprimos os objectivos traçados.

António Mondlane disse ainda que os nossos atletas na sua maioria perderam por decisão da Mesa e não a pontos.

- Temos que estar de certa forma felizes porque fomos superiores em muitos casos e só perdemos por decisão da Mesa e não pelos pontos, o que demonstra que não fomos tão inferiores aos outros. Mesmo assim sabemos que deveríamos ter mais medalhas.

 

NATAÇÃO RECONHECE QUE TERIA SIDO MELHOR

O seleccionador nacional de natação, Gerúsio Matonse, afirmou que a prestação não foi das melhores.

- Estivemos em três ou quatro ocasiões em quarto lugar e a milésimos segundos do pódio. Para mim acho que poderia ter sido melhor se tivéssemos um leque maior de atletas. Nós tínhamos uma competição muito apertada para o reduzido número de atletas que levávamos. Em uma jornada um atleta tinha seis a sete provas. Se tivéssemos um leque maior os atletas só teriam se concentrado naquilo que são bons. Maior parte acabou fazendo todas provas a pensar em maior número de finais e até conseguimos mas infelizmente não vencemos. Nalguns casos até abdicámos de algumas finais.

Mesmo assim Gerúsio Matonse diz que Moçambique cumpriu uma parte dos objectivos traçados.

- Cumprimos os objectivos não a nível de medalhas, mas sim na melhoria de marcas e chegámos a muitas finais. Saímos com marcas próximas dos mínimos para o Campeonato do Mundo que se disputará em Barcelona em 2013. Creio que continuando a trabalhar até Março poderemos chegar lá. Temos três atletas próximos disso.

Na opinião deste na zona só a África do Sul continua a desnivelar tudo, daí que os restantes lutam por aquilo que sobra.

- Conversando com técnicos sul-africanos estes dizem claramente que nós precisámos de ter infra-estruturas que são usadas regularmente o que não está acontecer até agora porque as poucas boas piscinas não usamos durante o ano. Precisámos de mais gente a praticar natação. Neste momento temos um leque menor.

Publicidade
Subscreve se no Jornal Digital

Moçambola 2019

Pos Equipe J V E D GC GM Pts DP
1. C. do Sol 30 20 6 4 25 56 64 +31
2. UD Songo 30 19 3 8 29 47 59 +18
3. Fer. Maputo 30 13 9 8 22 34 43 +12
4. Fer. Beira 30 12 9 9 25 34 43 +9
5. Fer. Nacala 30 12 5 13 31 28 40 -3
6. ENH 30 10 11 9 30 29 37 -1
7. LD Maputo 30 11 7 12 36 30 37 -6
8. Textafrica 30 11 7 12 30 22 37 -8
9. Des. Maputo 30 10 10 10 29 35 36 +6
10. Incomáti 30 10 10 10 31 29 36 -2
LD Maputo 5 : 4 Des. Maputo
Têx. Púnguè 1 : 1 Nacala
B. de Pemba 1 : 2 ENH
Chibuto 1 : 0 UD Songo
Fer. Nacala 1 : 0 Fer. Beira
Fer. Nampula 2 : 1 C. do Sol
Maxaquene 1 : 0 Fer. Maputo
Textafrica 1 : 1 Incomáti

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Script:
Topo
Baixo