AS FACÇÕES PÕEM DE PÉ

Não quero tomar partido de nenhuma das facções do futebol moçambicano, ainda que espere, como hábito pelos seus mais prestigiadores actores, designarem o lado a que pertencemos. Independente de qualquer que venha ser a opinião, antecipadamente, digo que estou-me nas tintas, pois o meu compromisso é mesmo com a verdade dos factos, prossigo com aquilo que penso. Aliás, para mim ainda não surgiu um único elenco de associações desportivas que me encantem. A única certeza é de que há umas piores que as outras.

FMF IGNORADA RETUMBANTE E ESMAGADORAMENTE PELA APFZ

Deanof Potompuanha
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A FederaçãoMoçambicana de Futebol (FMF) emitiu, em seu comunicado número 161/FMF/D/2018, datado de 9 de Agosto corrente, um ofício dirigido ao presidente da Mesa da Assembleia-Geral (Tuaire Manana Saíde) da Associação de Futebol da Província da Zambézia (APFZ), com conhecimento da Direcção Provincial da Juventude e Desportos, dando conta da suspensão temporária da presidente de Direcção da APFZ, Mariza do Rosário Mariano, pelo pronunciamento feito nas redes sociais. “Digam o que disserem, contas saladas. Com quem ferro mata com ferro morre. Portanto, 1º de Maio de Quelimane, 1-Textáfrica do Chimoio, 0… fui”. Esta é a mensagem largamente partilhada que terá forçado a FMF a posicionar-se.

Pág. 2 de 6

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade