A FMB para além de Mabjaia

Por: SÉRGIO MACUÁCUA

O basquetebol precisa de instituições (clubes, associações e federação) fortes e não de pessoas fortes e muito menos de alguém que se auto-intitula forte, influente, intocável e perpétuo no posto. A Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB) clama urgentemente por mudanças, porque o nosso basquetebol está doente. A prova disso foi a vergonha e espectáculo gratuito que assistimos há uma semana em Maputo aquando dos “nacionais” de juniores.

O presidente da FMB, Francisco Mabjaia, está a mais de meio ano fora do mandato e, ao que tudo indica, quer se apegar ao poder, aproveitando-se das influências que tem na praça noutras áreas que não cabem aqui nestas linhas.

São essas influências que o fizeram extravasar o seu mandato sem que ninguém se dignasse em questionar, provavelmente por temer represálias.

Leia mais...