Ema Novo: a Primeira Árbitra Galardoada

Pela primeira vez na história do futebol moçambicana viu-se uma árbitra galardoada como a mais regular do Moçambola. Ema Novo, que teve o Dia Internacional da Mulher antecipado na quinta-feira (7), recebeu pela distinção 50 mil meticais durante a gala que desta vez teve menos requinte do habitual, mas cumpriu o objectivo de exaltar os que mais, mais, que se destacaram na edição anterior. Ema Novo recebeu o prémio depois de ter sido eleita na combinação de pontos dos delegados da LMF e da Comissão Nacional de Árbitros de Futebol (CNAF). Em dez jogos dirigidos a juíza obteve um total de 269 pontos, uma média de 26.90 pontos, sendo 189 dos delegados e 80 da CNAF e foi premiada com o valor de 50 mil meticais, sucedendo Filimão Correia, distinguido em 2017. Ainda que o destaque tenha sido Ema, há que exaltar igualmente a União Desportiva do Songo, campeã nacional, que ficou, tal como ano passado, com 600 mil dos 950 mil distribuídos, e o Ferroviário de Maputo, na qualidade de vice-campeão, recebeu 150 mil meticais.

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Próximo Jogo

Publicidade