Quando os objectivos da FMF devem ser também do Governo

Por: Narciso Nhacila
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Dois dias depois da festa do Natal e do Dia da Família, o Governo moçambicano, através do Ministério da Juventude e Desportos (MJD), reuniu-se com a Direcção da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), num encontro que tinha um único ponto de agenda: aferir o grau de preparação do jogo Guiné-Bissau x Moçambique, da sexta e última jornada do Grupo “K” de qualificação ao CAN-2019, a ser disputado entre os dias 22 a 24 de Março próximo, em Bissau.

Todos sabem do quão esse jogo é de crucial importância, quer para a Guiné-Bissau, mas também e principalmente para Moçambique, que para além de jogar fora de portas deve ganhá-lo como condição única para se qualificar ao CAN-2019.

Reconhecendo estes dois factos condicionadores da conquista do objectivo de qualificação ao CAN, o Governo chamou a Direcção da FMF para ouvir dela qual era o plano de preparação que havia desenhado, naturalmente junto da equipa técnica, liderada por Abel Xavier, para que cumpra com a meta de chegar e vencer na Giuiné- -Bissau.

Leia mais...