PERSEGUIÇÃO ACESA NO SUL E O PRIMEIRO CASO NO NORTE

Por: GILBERTO GUIBUNDA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo
 
O Desportivo da Matola não abana na liderança do Campeonato de Divisão de Honra pela Zona Sul, sopre que vento. A turma matolense confirmou na tarde de ontem, no campo do Mahafil, o por que de estar no pódio desta competição, depois duma prestação quase perfeita frente ao conjunto do Estrela Vermelha, de Mussá Osman, que se saldou com vitória por uma bola a zero. Um resultado bastante festejado pelos forasteiros, que vão construindo o seu castelo jornada a jornada. Mas não são apenas os alvi- -negros da Matola que têm motivos para sorrir. Por trás, e numa luta já titânica e sem tréguas, está a formação da Black Bulls, que na deslocação ao “Império de Gaza” não precisou de muito para se impor, ao vencer o Ferroviário de Gaza, com margem mínima de uma bola a zero. O Desportivo e Black Bulls, separados por apenas um ponto (13 e 12, respectivamente) iniciam uma fuga fugaz sobre os teóricos perseguidores, mas nada que se pode dizer que a luta é a dois. Quem também deu um salto qualitativo nesta jornada foi o Ferroviário de Inhambane, de Danito Nhampossa. Na deslocação a Massinga os locomotivas venceram por uma bola a zero, suficiente para saltar para a terceira posição da tabela classificativa, cumpridas cinco jornadas.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade