O NOVO HOMEM-FORTE DO BASQUETEBOL AFRICANO

Por: DEANOF POTOMPUANHA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo
 
Quando faltam cerca de 20 dias para a eleição do novo presidente da Federação Internacional de Basquetebol de África (FIBA-África), pode-se garantir que o moçambicano Aníbal Manave será confirmado como o novo homem-forte do basquetebol africano, durante o congresso daquele organismo que gere a modalidade ao nível de África. É que além de ser o único candidato, o actual vice-presidente da FIBA- -África, presidente da Zona VI da FIBA- -África (cargo que renunciou), membro do Board Central da FIBA e presidente do Comité Olímpico de Moçambique (COM), foi eleito no passado dia 28 de Maio presidente do Board da Liga de Basquetebol Africano (BAL na sigla inglesa). Só pode ser presidente do Board do BAL o presidente da FIBA-África, que neste caso não existe, posição a que o moçambicano e ex-presidente da Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB) é candidato único. Até finais de Junho Manave terá duas principais missões: ser presidente da FIBA-África e ser PCA da nova Liga de Basquetebol Africano, que conta com a parceria da NBA nos próximos 10 anos. Aquando da nomeação de Aníbal Manave o secretário-geral da FIBA, Andreas Zagklis, citado pelo site da FIBA, referiu que Manave era a pessoa ideal para ocupar aquela posição-chave no inovador projecto da FIBA. E em falando da Liga, é necessário explicar as alterações – por sinal coordenadas por Manave – no que à disputa da principal prova continental de clubes diz respeito, começando com a parceria com a NBA. Depois do ensaio feito nesta edição, para dar, além da visibilidade aos jogadores, atletas e patrocinadores, deu a possibilidade de os simpatizantes e adeptos assistirem aos jogos das suas equipas no seu território.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade