“GRASSROOTS” VISANDO DESCOBERTA DE TALENTOS

Por: Gilberto Guibunda
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto da FMF
 
É com fundos da FIFA que o Departamento Técnico da Federação Moçambicana de Futebol, nesta entrevista representado por Énio Arcanjo Saize, directortécnico assistente e coordenador nacional do “Grassroots”, leva a cabo este projecto, na essência um festival de futebol com ligação escola e clubes destinada a crianças de ambos os sexos, cuja faixa etária são 6 a 12 anos.
- O que é projecto Grassroots e qual é a sua essência? - Grassroots é um projecto da FIFA que se dá oportunidade a crianças da faixa etária dos 6 aos 12 anos, em ambos os sexos, de jogar futebol. É um projecto em que não se discrimina o género, ou seja, todos se juntam no mesmo campo e divididos em idade, num campo reduzido, e fazem o que mais gostam com o acompanhamento de técnicos e no qual participam treinadores credenciados de vários clubes, que partem como auxiliares e olheiros dos talentos que se destacam. Sabendo do “deficit” de formação no país, nós a FMF, em coordenação com a comunidade e escolas, tentamos levar e, agora com a participação dos clubes, fazermos o festival de futebol de formação, onde mais de três centenas de crianças participam. O que pretendemos alcançar é levarmos o futebol a mais crianças possíveis, muitas delas que não têm acesso a clubes ou academias, mas que, entretanto, querem praticar o futebol. Caberá aos clubes ou academias daqui puxá-los para as suas fileiras, mediante o grau de satisfação saído do desempenho de cada criança. O que defendemos é que por algum lugar há um talento escondido e queremos contribuir em descobri-lo para o consumo dos clubes ou academias.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Próximo Jogo

Publicidade