NACIR QUER GARRA E MUDANÇA DE ATITUDE NO JOGO DE KITWE

Por: Joca Estêvão
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de A. Gome e Victor Marrão

Apesar da derrota caseira, o técnico da União Desportiva do Songo não descarta a possibilidade de continuar a sonhar com a qualificação, mesmo estando ciente de que vai enfrentar um ambiente hostil em Kitwe. A mensagem que passa aos seus jogadores é de que a eliminatória só termina quando o árbitro apitar pela última vez no jogo de Kitwe.

- Até lá as nossas ambições de chegar à eliminatória seguinte estão intactas. Quando entrámos para o jogo da primeira “mão” estávamos confiantes que havia outra partida por disputar e que pode ser determinante para as nossas ambições. A esperança é a última que morre. Perdemos por duas bolas a uma em casa, mas não significa que não podemos conseguir vencer na casa deles. Vamos trabalhar no sentido de conseguir o melhor resultado em disputa e, sobretudo, por margem que confira a passagem à eliminatória seguinte. A ambição de chegar à fase de grupos ainda não se esfumou, declarou o técnico “hidroeléctrico”.

Nacir Armando está ciente das adversidades que vai encontrar em Kitwe e apela aos seus jogadores que tenham um comportamento diferente daquele que tiveram no Chiveve, por forma a ultrapassar as adversidades que irá encontrar.

Leia mais...