Tubarões sorriram mais na festa dos Golfinhos

Por: AtanÁsio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Jaime Machel

Ao ocupar o segundo lugar da classificação geral, o Clube de Natação Tubarões de Maputo foi no global o melhor conjunto moçambicano na 10ª edição do Torneio Golfinhos Sprint, que teve na província sul-africana de Mpumalanga, a vencedora absoluta.

Numa competição em que a equipa da Ilha de Luanda, de Angola – constituída por oito nadadores – e a de Mpumalanga deram a internacionalização que se pretende atribuir, o desfecho começou a se desenhar no primeiro dia, sábado. É que se foi ao almoço com Mpumalanga a liderar a prova, fruto de 17 medalhas de ouro conquistadas, contra nove que haviam sido ganhas pelos Tubarões. E já no final da segunda jornada a vantagem havia sido elevada para 37 medalhas de ouro, contra somente 20 que os Tubarões dormiram com eles.

Já ontem veio a confirmação, com os sul-africanos a somarem mais 24, contra apenas 10 que foram conquistados pelos Tubarões, que sempre mostraram melhor performance para discutir com o conjunto de Mpumalanga. Aliás, são mais uma vez segundos classificados nesta prova, que é essencialmente de velocidade, designadamente 50 e 100 metros livres, costas, mariposa e bruços, mais 200 estilos e serviu para avaliar o nível competitivo dos atletas nacionais, dando-lhes oportunidade de competir com atletas de alto nível, com maior referência aos sul-africanos, que são a maior potência do continente.

Leia mais...