CASO SIAW OU SIÃO: UM PRINCÍPIO ADORMECIDO NO OLHO DO FURACÃO

Por: Gilberto Guibunda
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo

A denúncia do Grupo Desportivo de Maputo sobre a alegada utilização ilegal do ganês Samuel Siaw, ora com identidade moçambicana registado por Samuel Sião Mendes, despoletou um assunto que já há muito se propalava e talvez ignorado pelos responsáveis pelo desporto nacional, no caso concreto da indústria do futebol. É um caso que extravasou o controlo dos próprios gestores desportivos, ao envolver igualmente outros sectores de actividade, estes que permitem a entrada e permanência no país de cidadãos de outras nacionalidades, que tramitam e fiscalizam a documentação pessoal dos cidadãos e por fim que fiscalizam igualmente as certidão de trabalho.

É uma situação que se tornou conjuntural e que acontece um pouco por todo o país e que dilacera o futebol há vários anos, pese embora as ínfimas ou quase inexistentes denúncias feitas quando se apercebe da existência deste tipo de ocorrências. Muitas vezes não se denuncia por mera questão de benefício ao clube que simpatizamos, isso é factual, e quando o fazemos só quando nos vimos em situações que prejudicam os nossos intentos.

Haverá promiscuidade das pessoas que tratam destes assuntos ou se justifica a vulnerabilidade das nossas fronteiras na entrada de cidadãos estrangeiros no país em situação ilegal, uma questão que deverá encontrar resposta nos próximos trabalhos que vamos desenvolver sobre este caso.

Leia mais...