PARA TORNÁ-LOS AUTO-SUSTENTÁVEIS

Muitas vezes fica-se por aí. Não se procura encontrar formas de reverter a situação. É preciso que se façam estudos sobre o adepto moçambicano. Conhecer os seus gostos paralelos ao futebol, por exemplo. Há quem possa também gostar de música ao vivo. Seguramente pagar um cantor ou dois para dar outra vivacidade ao espectáculo futebol pode requerer outro tipo de investimentos. Mas a prática defende que para colher é necessário investir e muitas vezes forte.

AUSÊNCIA DE MARKETING DESPORTIVO

Tudo passa por um grande projecto de marketing desportivo nos clubes, que infelizmente não existe neste momento. Não há em Moçambique nenhum clube que pense a sua colectividade como empresa, neste momento. Quando os clubes acordarem e perceberem que estão à volta de uma máquina que pode produzir e reproduzir dinheiro seguramente vão perceber que durante largo tempo não existiam como instituição.

Leia mais...