Representantes nas Afrotaças 2018/19 pode ser em função de 2017

Por: Atanásio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Arquivo

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) poderá recorrer aos resultados desportivos da temporada passada (2017) para a indicação das quatro equipas que representarão o país nas competições africanas de clubes, vulgo Afrotaças, sendo duas na Liga dos Campeões e mesmo número na Taça da Confederação. É que o anúncio da Confederação Africana de Futebol (CAF), que indica 15 de Outubro como data-limite para a indicação dos representantes moçambicanos nas Afrotaças 2018/2019, complica as contas do país, uma vez que o término do Moçambola é duas semanas depois dessa data e da Taça de Moçambique a 10 de Novembro. Sem muito espaço de manobras, a FMF estuda a possibilidade de Moçambique cumprir com essa recomendação do organismo continental, mas para já coloca de fora a hipótese de “acelerar” o Moçambola ou a antecipação da final da Taça de Moçambique. Assim, aproveitando-se do facto de esta época ser transitória, a entidade que superintende o futebol nacional estuda a possibilidade de poder “recorrer à classificação final do ano passado”, como disse Alberto Simango Jr., presidente da FMF, em entrevista ao jornal “Notícias” de terça-feira. O mesmo esclareceu que a decisão será tomada com envolvimento dos clubes, que “terão uma palavra a dizer. É um assunto por analisarmos em conjunto com toda a frieza, tendo sempre em conta os ganhos para o nosso futebol”, disse, citado pelo “Notícias”.

Leia mais...