QUEM NÃO ESTÁ PREPARADO PARA PERDER QUE FIQUE EM CASA

Por: Atanásio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo
 
As medidas que têm sido tomadas para desencorajar os casos de violência nos recintos desportivos, com a província de Nampula no centro das atenções, não têm se revelado eficazes ou os resultados ainda não são os desejados, razão pela qual a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) avisa que medidas mais severas estão a caminho, por isso apela-se a que os que acharem que não estão preparados para perder que fiquem em casa. As medidas de punição que têm sido tomadas para desencorajar casos de violência são as previstas no regulamento das competições, mas “não se mostram eficazes, daí que iremos tomar outras mais gravosas para que os implicados sejam responsabilizados pelos seus actos”, disse Alberto Simango Jr., presidente da FMF, que considera que “a violência não está a ajudar os esforços que o Governo, parceiros e gestores têm feito para nos proporcionar o espectáculo da bola”.