quanto ao futuro? vou fazer uma reflexão muito profunda

Por: RAIMUNDO ZANDAMELA, EM DURBAN
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
FOTOS DA COSAFA.COM
 
A inda que lacónico na resposta, Abel Xavier, técnico da Selecção Nacional de Honras, considera que a sua continuidade carece ainda de uma reflexão profunda, depois de Mo - çambique ter uma vez mais sido afastado precocemente da Taça da COSAFA, que vem decorrendo na cidade de Durban, na África do Sul. Mesmo perante esta incerteza quanto ao seu futuro diante dos úl - timos acontecimentos, considera - -se homem de convicções fortes. - “Há determinado momento que certas coisas carecem de re - flexão profunda. É justo que neste momento, que temos que gerar consensos alargados, que por ven - tura parece que a figura do selec - cionador é um alvo indirecto. É como se fosse sobrevivente no meio de fogo cruzado, algo que não me agrada…”, este é um excerto da entrevista concedida ao desafio mo - mentos depois de a Selecção Nacio - nal ter empatado no jogo contra o Malawi, na terceira e última jornada do maior torneio regional de futebol em África. Questionado sobre como preencheria as datas-FIFA, Abel Xavier preferiu não comentar a respeito, devendo pronunciar-se oportunamente. Recorde-se que no ano pas - sado os Mambas falharam duas datas-FIFA, facto inédito na era de Abel Xavier, que em 2017 também falhou uma, exactamente em No - vembro. Apesar de desde sempre se ter mostrado um grande defensor da ocupação das datas-FIFA, o selec - cionador nacional, Abel Xavier, abdicou da realização de jogos en - tre 22 e 28 de Maio. Confira a seguir a entrevista na íntegra.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade