PREOCUPAÇÕES CENTRAIS E DE BALIZA NO MAXAQUENE

Por: AtanÁsio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Arquivo

A trabalhar desde o dia 11 do corrente mês, o Maxaquene ainda tem problemas centrais por resolver para declarar que o plantel para a temporada 2019 está fechado. Para além de estar ainda a trabalhar para fechar alguns dossiers relacionados com a contratação de alguns jogadores que agradaram Antoninho Muchanga durante o período de triagem terminado semana passada, há que concluir com o processo de aquisição de um defesa central, um médio defensivo e principalmente um guarda-redes maduro que possa juntar-se aos jovens que transitaram da época passada.

É ciente de que a vitória é preparada a partir da defensiva que o Maxaquene está preocupado em conseguir fechar contrato com um defesa central, um guarda-redes que possa colmatar sem pestanejar a dispensa de Zacarias, bem como de um médio defensivo com créditos firmados para o lugar que era de Manuelito na época passada e um defensa central à altura do clube mais antigo dos que ainda disputam o Moçambola.

De acordo com o porta-voz do Maxaquene, Dadivo José, trabalha-se para se ter “um guarda-redes que nos garanta alguma experiência e segurança na baliza. Estamos à procura ainda de um bom defesa central.

Leia mais...