MAIOR JEJUM DA HISTÓRIA JÁ PREOCUPA A TODOS NÓS

Por: Atanasio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo

O cumprimento integral das provas previstas para este ano a nível da capital do país não é suficiente para deixar Amílcar Jossub totalmente satisfeito, pois o inédito jejum de três anos sem que nenhum filiado seu conquiste o Moçambola, bem como o facto de em igual período não ter visto nenhum filiado seu ascender à maior prova do país tira sono a qualquer dirigente e não só, sobretudo quando não encontra justificação plausível para tal insucesso, afirmou em entrevista ao desafio.

Sem apresentar nenhuma varinha mágica para inverter o panorama, o presidente da Associação de Futebol da Cidade de Maputo (AFCM) afirma que a capital do país é “desafiada a inverter o cenário, que já preocupa a todos citadinos”.

Segundo explica, a AFCM conseguiu em termos desportivos cumprir com o que estava previsto, contudo os resultados dos associados que competem nas provas sob égide da Federação e da Liga moçambicana não foram os desejados. Pelo terceiro ano consecutivo falha o regresso ao Moçambola bem como a conquista da própria prova, contentando-se pela revalidação da Taça de Moçambique pelo Costa do Sol, que será pela segunda vez consecutiva o único representante da capital nas Afrotaças, melhor que 2016 em que Maputo não teve nenhum.

Leia mais...