Ainda estou preocupado em adquirir conhecimentos

Passaram-se seis anos e as ambições de regressar aos seniores não parecem estar no seu horizonte

– Pensa regressar aos seniores ou estar à frente de um projecto como técnico principal?

– Naquela altura não tinha nenhuma experiência como técnico. Além de mim, como adjunto, também estava o Arnaldo Ouana. Foi uma fase de aprendizagem. Fiz alguns cursos e sinto que me conferiram de alguma forma capacidade de treinar. Ainda assim estou focado na formação. Não quero me precipitar. Estou bem a trabalhar com os meninos.

– E no futuro?

– Quem sabe, um dia… mas ainda tenho muito caminho por percorrer. No dia em que for chamado, depois deste percurso, provavelmente estarei melhor preparado. Trabalhar nos seniores exige algum conhecimento. Não basta pensar que posso treinar uma equipa só por ter sido jogador. Normalmente quem ambiciona estar a trabalhar nos seniores tem o pensamento no dinheiro. Embora o dinheiro seja importante na vida não chegou o momento para mim. Ainda estou preocupado em adquirir conhecimentos.

 

Joca Estêvão/Domingos Elias