A luz viu sombras do passado antes de acordar para um sonho

Que sombrio. Será isto uma assombração do passado? Não se percebeu bem que Benfica foi aquele que entrou na Luz, diante do Portimonense, a defender a liderança isolada conquistada na ronda anterior. Um Benfica que viveu um pesadelo na Luz durante uma hora, ainda que tenha ido a tempo de transformar tudo num sonho difícil de acreditar para quem viu o jogo. Para a equipa de Bruno Lage, foi mais o tempo de medo do que o de euforia. Por muito que o resultado possa indicar o contrário. A Luz viu sombras do passado, antes de acordar para o sonho da reconquista. Talvez afectados pelas lembranças da equipa que provocara a última derrota das águias no campeonato – que valeu o despedimento de Rui Vitória – os jogadores do Benfica entraram em campo receosos. E nem era preciso muita atenção para encontrar o principal pecado porque ele era demasiado evidente e mostrava-se no essencial: o passe e recepção.

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade