Do que é capaz uma dupla caça-fantasma.

Foi preciso puxar dos galões para oferecer uma vitória na estreia do novo mister. Num jogo emocionante, o Benfica recebeu e bateu o Rio Ave por 4-2 e garantiu o regresso aos triunfos. Os vilacondenses chegaram a ter uma vantagem de dois golos, ainda na primeira parte, mas o talento, a qualidade e a classe da dupla João Félix-Seferovic materializaram o resto. O caos futebolístico.

Uma primeira parte de loucos. Benfica e Rio Ave, especialmente na primeira meia hora, entregaram-se de corpo e alma ao jogo, que chegou, nessa mesma fase, a ser impróprio para cardíacos. Muito jogo junto das balizas, quatro golos (dois para cada lado), emoção, qualidade e erros, muitos erros, no momento de defender a própria baliza. A águia, agora de Bruno Lage, apresentou-se num 4-4-2, com João Félix a ocupar a vaga de segundo avançado. No início de jogo, diga-se, os encarnados demonstraram até outra dinâmica, outra paciência e outra organização ofensiva. Cervi foi o único a criar perigo, ainda assim, antes dos minutos... caóticos.

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade