“Ressurreição” de Schumacher num ano repleto de polémicas

Por: Deanof Potompuanha
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Como é apanágio do nosso semanário, por estas alturas recordamos os principais momentos do ano, desta feita de foro internacional. Nesta penúltima edição do ano trazemos o Mundial da Rússia, a contestada Bola de Ouro, Serena Williams, a retirada do CAN aos Camarões, a saída de José Mourinho do Manchester United e a saída de coma de Shumacher cinco anos depois; todos eles polémicos. E é pelo Mundial que inicia a nossa viagem.

A campeã do mundo anterior caiu ainda na fase de grupos (Alemanha), o campeão da Europa ficou-se pelos oitavos-de-final (Portugal), o Continente Africano não conseguiu apurar nenhuma selecção para a fase a eliminar e a final foi um duelo inédito com um dos marcadores mais expressivos da história da competição (4-2). Um Mundial tão “estranho” deixou muitas marcas.

Ninguém poderá em consciência estabelecer uma hierarquia dos Campeonatos do Mundo, que desde a estreia, há 88 anos, até à 21.ª edição, realizada na Rússia, já nos brindou com momentos inolvidáveis. Ainda assim, e mesmo antes de jogar-se a final de Moscovo, o presidente da FIFA, Gianni Infantino, não hesitou: “Durante alguns anos eu dizia que este seria o melhor Mundial de sempre, agora posso dizê-lo com ainda mais convicção”.

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Próximo Jogo

sábado, 30 março 2019
F. Beira vs Textáfrica
00:00 | Beira
F. Maputo vs Desportivo
00:00 | Maputo
L.D. Maputo vs ENH
00:00 | Maputo

Publicidade