Moçambique enfrenta Portugal nos "quartos"

 Será um reencontro depois das duas partidas em San Juan (2011), onde Portugal conseguiu dois triunfos, por 7-3 e 9-2. Aliás, o historial dos confrontos entre estas duas selecções nos últimos "Mundiais" é favorável aos portugueses.
Outros jogos dos quartos-de-final. Chile-Itália, Espanha- França e Brasil- Argentina.
CONFRONTOS: MOÇAMBIQUE -PORTUGAL

1999: Mundial de Réus, Espanha: Portugal- Moçambique (18-1).

 2007: Mundial de Montereux, Suíça: Portugal-Moçambique (7-4).
2011: Mundial de San Juan, Argentina: Moçambique-Portugal (3-7) e Portugal- Moçambique (9-2).
Três jogos e sete atletas utilizados 
(Namibe, 25 de Setembro de 2013). Numa primeira observação à Selecção Nacional de Moçambique, que ontem conseguiu o apuramento para os quartos-de-final,  salta à vista o facto de nos três encontros realizados, o seleccionador José Querido ter utilizado apenas sete dos dez atletas inscritos.
Os responsáveis directos pelo apuramento são: o guarda-redes Igor Aves, único totalista. Outros atletas utilizados: Spiros "Kiko" Esculudes, Bruno Pinto, Nuno Araújo, Frederico "Fredy" Saraiva, Mário "Marinho" Rodrigues e  Ivan "Maninho" Rodrigues.
Não saíram do banco até agora o guarda-redes Arnaldo Queiroz, os jogadores Nelson "Mafa mba" Miquissene e Flipe  "Filipinho" Nabais.

Nuno Araújo e Mário Rodrigues
nossos melhores artilheiros
(Namibe, 25 de Setembro de 2013). Moçambique marcou até agora 10 golos e sofreu sete.
No que se refere aos marcadores em serviços, destaque para o estreante Nuno Aráujo e Mário Rodrigues ambos com três golos. Nuno foi autor do primeiro golo da selecção nacional. Com dois golos estão Ivan Esculudes e Bruno Pinto.