Patinagem projecta “Nacional”

O dirigente, que falava há dias ao desafio, explicou que numa primeira fase a primeira competição de âmbito nacional será a nível da formação, porque já existem condições mínimas para o efeito, tendo em conta que para além de Maputo a modalidade é disputada com alguma regularidade em Quelimane, província de Zambézia, e já há bons sinais em Nampula, por isso podemos sonhar com esta competição de âmbito nacional primeiro nos juvenis, revela o presidente.

Para já a cidade da Beira é projectada para sediar esta primeira competição nacional, até porque, segundo Manjate, Sofala pode-se dar por feliz por ter neste momento um pavilhão (Ferroviário da Beira) em condições de movimentar a modalidade. Por isso estamos a pensar que seja o melhor sítio para acolher esta prova, até porque está no centro. Numa primeira fase não podemos considerar como sendo um “Nacional”, mas um intercâmbio que abriria espaço para um “Nacional”, porque a nossa prioridade é levar o hóquei para fora de Maputo, tendo Zambézia e Nampula como pontos estratégicos para atacar as zonas centro e norte do país, explica.

Atanásio Zandamela