Selecção estagia em Lisboa a partir desta quinta-feira

Em Lisboa a equipa nacional terá o primeiro contacto com Pedro Nunes, que pela terceira vez comandará Moçambique, depois de o ter feito em San Juan (2011), quando conseguiu levar a selecção ao histórico quarto lugar, que é a melhor posição de sempre dum país africano num “Mundial”, em La Roche Sur-Yon (2015).

Para tomar parte do estágio, que inicia a 18 dias do arranque do Campeonato do Mundo da Federação Internacional de Roller Sports (FIRS) – contemplará todas especialidades sobre rodas, nomeadamente o hóquei em patins (masculinos e femininos), Sub-20, patinagem artística, ‘free style’, patins em linha, velocidade e ‘skate boarding’ – a delegação moçambicana deixa a capital do país esta quinta-feira com destino a Lisboa, onde permanecerá por 15 dias.

Para Lisboa, onde treinará no Benfica (Pavilhão Fidelidade), Moçambique segue em princípio com uma delegação de 15 pessoas, das quais 10 são atletas, um treinador (Pedro Tivane), o responsável pela logística (Justino), Rui Pereira e Sandro Santos.

O presidente da Federação Moçambicana de Patinagem, Nicolau Manjate, e outros elementos da comitiva seguem mais tarde a Lisboa, de onde partirão depois para Nanjing.

Atanásio Zandamela