Moçambique garante presença nos “quartos” do Mundial de hóquei

Depois de ter passeado a sua classe no sábado – vitória tranquila frente a Inglaterra – ontem Moçambique experimentou muitas dificuldades para levar de vencida os suíços, mas no final dos 40 minutos a festa foi dos treinados de Pedro Nunes, que entrou com o seguinte cinco: Carlos Silva, Frederico Saraiva, Bruno Pinto, Mário Rodrigues e Nuno. Kiko foi o único suplente que jogou. Não jogaram Bruno, Maninho, Mafamba e Arnaldo Queiroz. Os três golos de ontem foram conseguidos por Mário, Frederico e Nuno.

Para o jogo inaugural, a aposta de Pedro Nunes foi no estreante Carlos Silva na baliza, para além de Kiko, Nuno Araújo, Fredy e Marinho. Jogaram ainda Bruno Pimentel e Maninho, enquanto Mafamba e o guarda-redes Arnaldo Queiroz não saíram do banco e Kevin Pimentel não foi convocado para o jogo. Os marcadores em serviço foram Fredy (três), Nuno Araújo (dois) e Marinho um.

Entretanto, já apurado para os quartos-de-final, Moçambique enfrenta amanhã à tarde a sua similar da Argentina, finalista vencido do Mundial passado e considerada como uma das fortes candidatas ao título. No mesmo dia, a Suíça e Inglaterra enfrentam-se com objectivo de fugir da cauda.

Moçambique está no Mundial com os seguintes atletas: Guarda-redes: Arnaldo Queiroz e Carlos Silva; defesas/médios: Spiros Esculudes (Kiko), Nuno Araújo e Bruno Pinto; avançados: Bruno Pimentel, Ivan Esculudes (Maninho), Nelson Miquessene (Mafamba), Frederico Saraiva (Fredy), Mário Rodriguez (Marinho) e Kevin Pimentel.