Pedro Nunes inicia ensaio do “cinco” para o Mundial

Será durante o estágio que o seleccionador nacional, Pedro Nunes, terá o primeiro contacto com os pré-seleccionados para o Mundial em que a Selecção Nacional pretende recuperar o quarto lugar de San Juan-2011e manter o estatuto de melhor selecção de África.

Durante o estágio estarão às ordens de Pedro Nunes e Pedro Pimentel – a dupla técnica responsável pelo quarto lugar em San Juan – 16 hoquistas, dos quais 11 deverão ser inscritos no Mundial, deslocando-se à França no dia 17, três dias antes da sua estreia diante da Inglaterra.

Para o efeito, nove atletas seleccionados do grupo dos que actuam internamente se deslocaram ontem a Lisboa, onde se juntarão aos seis luso-moçambicanos para iniciar o estágio com vista ao Mundial em que Moçambique está integrado no Grupo B juntamente com Argentina (vice-campeã), Suíça (actual 10.º) e Inglaterra (2.º do Mundial do Grupo B).

Os pré-seleccionados são Arnaldo Queiróz e Lucas Cossa, ambos guarda-redes; Bruno Pimentel; Spiros Esculudes “Kiko”; Nelson Miquessene “Mafamba”; Ivan Esculudes “Maninho”; Momed Buanar “Dino”; Kevin Pimentel e Félix Gomes “Felzinho”. Estes nove hoquistas irão juntar-se aos que se encontram em Portugal, a saber: Mário Rodriguez “Marinho”, Igor, Bruno Pinto, Frederico Saraiva “Fredy”, Nuno Araújo e Filipe Nabais “Filipinho”.

Nkutumula confiante

Falando na quinta-feira durante a cerimónia de despedida da equipa moçambicana, o ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula, disse que, por aquilo que vi nos vossos treinos, vocês estão preparados para serem os melhores do mundo. Acredito que desta vez serão os primeiros.

Nkutumula considerou que a selecção tem grande nível, não precisando de temer qualquer adversário que teoricamente se apresente mais forte.

- Vamos enfrentar adversários fortes, mas são essas selecções fortes que nos tornam efectivamente fortes, disse, para depois sublinhar que se for possível estará no Mundial, mas, se não poder estar no Mundial, quero que saibam que estarei deste lado a seguir a vossa prestação. Como já disse, acredito que têm capacidade para serem campeões.

Entretanto, Nkutumula recebeu das mãos do presidente da Federação Moçambicana de Patinagem (FMP), Nicolau Manjate, e do capitão, Spiros Esculudes “Kiko”, o equipamento a ser utilizado no Mundial e um galhardete, respectivamente.

Nkutumula mostrou-se satisfeito pelo facto de a selecção ter ido despedir-se não só de mim, como do Governo, e por via disso a todos os moçambicanos. Vocês estarão a jogar sob o olhar de milhões de moçambicanos, pois carregarão as cores de um país que acredita em vocês. Parabéns por aquilo que já fizeram e muita força por aquilo que ainda vem!