Moçambique- Tailândia batem-se amanhã na abertura do “Intercontinental” de Futsal

Para além de Moçambique e da anfitriã Tailândia, tomam parte do quadrangular a Argentina, campeã do mundo em título e o Cazaquistão.

A equipa nacional, medalha de bronze do último CAN disputado na África do Sul e que qualificou ao Campeonato do Mundo disputado na Colómbia, em Setembro de 2016, abre a competição no sábado, defrontando a equipa da casa.

No dia seguinte, Moçambique joga com a Argentina, antes de observar uma pausa para descanso na segunda-feira.

No último dia do evento, terça-feira, o “cinco” nacional enfrentará o Cazaquistão.

Para este evento, o seleccionador nacional levou uma equipa constituída por jovens jogadores, naquilo que considera ser o início da sua renovação tendo como meta os lugares do pódio do CAN-2019 e consequente qualificação ao Mundial de 2020.

Por isso, não seguiram viagem a Bangkok o goleador Dino – Bola de Ouro do CAN-2016, com 10 golos marcados – Carlão e Manucho, todos com papel importante na histórica presença de Moçambique no Mundial da Colómbia.

Com quatro atletas convocados, o Grupo Desportivo Iquebal, líder do Campeonato da Cidade de Maputo, é o clube mais representado na equipa nacional, seguido pela Petromoc com três e pelo trio Usamac da Beira, Liga Desportiva de Maputo e Liga Desportiva de Chimoio com dois jogadores cada.

Eis a lista dos 13 jogadores que vão disputar o Torneio Intercontinental da Tailândia: Nelson Luvala, Amin Dale, José Uetimane e Idelson Benesse (Grupo Desportivo Iquebal), Ziraldo Daniel, Fernando Júnior e Flávio Chaúque (Petromoc), Calton Matinho e Edson Lamarques (Liga Desportiva de Chimoio),

Severiano Raúl e Mário Júnior (Lida Desportiva de Maputo) e, ainda,

Ivan dos Santos e Mauro Maria (Usamac da Beira).