Iquebal e Petromoc com a lupa do Seleccionador Nacional

Naimo Abdul, em lupa, tirou as notas e abriu o livro para falar da Selecção Nacional que, no final do mês corrente, começa a “Operação” Colômbia.

Sessenta e dois dias é o tempo decrescente que resta para o início a 10 de Setembro, na Colômbia, da então prestigiada competição planetária do futsal, evento no qual Moçambique fará parte.

Digerida a ressaca do apuramento,é tempo agora para a nova batalha, maior e mais exigente do que foi o Campeonato Africano das Nações em futsal. Exige-se uma preparação a todos os níveis até porque a Selecção Nacional de Moçambique de Futsal vai, disputar no seu grupo, uma das melhores selecções mundiais, como ­é o Brasil.

Com o plano de preparação delineado e já depositado na Federacao Moçambicana de Futebol, a equipa técnica do combinado nacional ainda se esmera pela reação do elenco da FMF no concernente a sua viabilidade e a partir da última semana do mês corrente, iniciar-se a preparação efectiva.

PLANO DE PREPARAÇÃO SOB AVALIAÇÃO DA FMF

– Elaboramos e submetemos na FMF o plano de preparação no qual está detalhado tudo o que tem a ver com os treinos incluindo jogos de controlo com selecções de gama. Efectivamente, os trabalhos de campo arrancarão no final do mês corrente na mesma data que serão anunciados os 25 jogadores da pré-convocatória.O que estamos a fazer agora ­é indo observar jogadores. O professor Inácio Sambo tem feito este trabalho pela zona Centro e eu cá no Sul,observa o seleccinador Nacional, Naimo Abdul.