Não vencemos mas somos vencedores

Como se isso não bastasse, tivemos de jogar no mesmo dia em que fizemos mais de cinco horas de viagem, havendo, por isso, que calcular o cansaço que pesava sobre nós, perante um adversário mais bem posicionado no ranking em relação a nós. Garanto que muito em breve Moçambique estará entre as melhores cinco selecções de África”– Boris Pucic, treinador de Moçambique.